Conheça nosso blog
Conheça nosso blog
05Nov
Principais Adaptacoes Para Deficientes Em Veiculos

Principais adaptações para deficientes em veículos

Segundo o G1, o número de vendas de carro com descontos para pessoas com deficiência triplicou nos últimos 4 anos. Isso se deve ao fato de que, hoje, muitas montadoras fabricam carros adaptados para PCD (Pessoa com Deficiência) com diversas modificações. Os veículos são desenvolvidos para facilitar o transporte das pessoas portadoras de necessidades especiais, sejam elas condutoras ou não. As adaptações para deficientes vão desde volantes, freios e bancos até acessórios extras necessários para cada tipo de deficiência.

Cada tipo de limitação permanente necessita de ajustes e dispositivos específicos, que podem ser elaborados pelas montadoras. Caso não seja possível adquirir um modelo de veículo adaptado diretamente de uma fabricante, as modificações podem ser feitas por empresas especializadas. Por isso, a Rede CSV preparou este artigo para apresentar as principais adaptações para deficientes feitas em automóveis. Confira!

Conheça as principais adaptações para deficientes em veículos

Volante

Uma das adaptações para deficientes em veículos é a instalação do CCE (Controle de Comandos Elétricos) no volante. O objetivo do equipamento é possibilitar que o condutor movimente o volante utilizando apenas uma mão e, ao mesmo tempo, domine funções do carro. Seta, farol, pisca-alerta e limpador de para-brisas são algumas das tarefas que o motorista pode comandar com o CCE.

O equipamento funciona por meio de sensores infravermelhos, que fazem a leitura do modo de injeção. O comando elétrico é mais indicado para pessoas que possuem apenas um braço, assim como o câmbio automático. Quando o carro não é automático, o dispositivo pode ser instalado de acordo com a necessidade da pessoa e as recomendações do DETRAN.

O pomo giratório (foto acima) é outro equipamento útil para condutores que movimentam seus dedos normalmente. O acessório tem formato de bola achatada e é preso ao volante, girando pelo seu próprio eixo. É indicado para realizar manobras de maneira muito mais fácil, de forma segura e ágil.

Freio e acelerador

Uma das modificações para deficientes mais básicas é a CMU (Comandos Manuais Universais). Esse dispositivo faz com que a pessoa não precise das pernas para acelerar e frear o carro, já que o freio e o acelerador se transformam em equipamentos manuais. A CMU é indicada para pessoas paraplégicas, que sofreram paralisia parcial ou perda de força nos membros superiores.

A CMU é composta de uma alavanca conectada aos pedais e instalada junto ao volante. Ao puxar a barra para cima, o carro acelera; ao puxar para baixo, o carro freia. Há também a inversão da posição do acelerador (da direita para a esquerda), utilizada para quem tem deficiência na perna esquerda.

Rampas e plataformas

Rampas de acesso e plataformas elevatórias são acessórios extras muito úteis para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. Alguns modelos de carros, como o Renault Kangoo e o Fiat Doblô, apresentam esses complementos ao saírem da fábrica. O objetivo é facilitar o embarque no veículo por usuários cadeirantes.

Lembre-se que para acomodar confortavelmente uma pessoa que utiliza cadeira de rodas, é essencial que o veículo tenha um bom espaço interno. Um porta-malas amplo facilita o transporte da cadeira, e a altura do automóvel em relação ao solo deve ser adequada.

Bancos

Os bancos giratórios foram criados para facilitar o acesso de pessoas deficientes ao veículo. Eles giram 90º em relação à porta do carro e são acoplados a uma base especial. Fora do automóvel, essa base pode ser utilizada como cadeira de rodas. Bancos desenhados especificamente para pessoas com problemas na coluna também garantem uma ótima acomodação de condutores e passageiros.

Projetos especiais

Normalmente, veículos com adaptações para deficientes contam com direção hidráulica. O objetivo é reduzir o esforço que o condutor exerce ao volante e facilitar os movimentos de condução. Outros projetos especiais são elaborados para atender às necessidades de outras pessoas, como quem tem baixa estatura ou quem dirige apenas com os pés. Vidros elétricos, comandos por voz e integração a dispositivos móveis são exemplos de acessórios extras.

Regulamentação de veículos para PCD

Após concluir as adaptações para deficientes no veículo, ele deve passar por uma inspeção veicular para obter o Certificado de Segurança Veicular (CSV). De posse do CSV, o automóvel pode ser levado ao DETRAN para regularizar a modificação, incluindo-a na documentação do carro.

Os documentos necessários para realizar a inspeção veicular são: carteira de habilitação do condutor, documento do carro (CRLV), autorização prévia do DETRAN e nota fiscal do serviço de modificação realizado. Diversos itens serão analisados, como vidros, retrovisor, portas, sistema elétrico, suspensão, rodas, freios e modificação realizada.

Se você busca por inspeção veicular no Rio de Janeiro, conte com a Rede CSV! Somos uma empresa especializada em serviços de vistoria GNV e inspeção de veículos modificados para necessidades especiais. Além disso, inspecionamos automóveis blindados, arrematados em leilão e com Kit GNV. Entre em contato conosco e realize a inspeção veicular com a melhor estrutura do RJ!

Compartilhe:

Posts RecentesCategoriasTags